TARE - Transtorno Alimentar Restritivo Evitativo


A sigla TARE significa Transtorno Alimentar Restritivo Evitativo.


Nesse transtorno o paciente se recusa a comer um determinado grupo alimentar, ou tipo de alimento.


As restrições vão desde alimentos de determinada cor ou textura até um grupo alimentar completo, como leguminosas por exemplo.


Apesar de ser um comportamento comum durante a infância, é preciso estar alerta para que o paciente não deixe de ingerir a quantidade correta de nutrientes essenciais à saúde.


As consequências podem ser diversas, de acordo com o grau de restrição de cada indivíduo. Quanto mais alimentos ele evita ingerir menos nutrientes oferece ao corpo e mais sérios são os danos físicos.


É um comportamento muito observado no espectro autista. Alguns pacientes no espectro têm maior sensibilidade a certos tipos de alimentos e o cuidado com a nutrição deve ser o mesmo.


Muitas vezes o Transtorno Alimentar Restritivo Evitativo é visto como frescura pelas demais pessoas, mas trata-se de uma condição psicológica séria.


Você conhece alguém que evita certo tipo de alimento?

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo