Auto aceitação


Para que possamos compreender como trabalhar nossa autoestima, é necessário que precisemos, primeiramente, compreender quais os pilares existentes dentro do tema, para que assim possamos identificar de forma mais clara como podemos desenvolver uma autoestima mais elevada.


Potreck-Rose e G. Jacob (2006) propõem uma abordagem psicoterapêutica para baixa autoestima baseada no que elas chamam de “os quatro pilares da autoestima”.


Uma postura positiva com relação a si mesmo como pessoa. Isso inclui elementos como estar satisfeito e de acordo consigo mesmo, respeito a si próprio, ser “um consigo mesmo” e se sentir em casa no próprio corpo;


Nisso consiste a auto aceitação, em que possamos ser coerentes com o nosso pensamento e nossa forma de ser, colocados dentro de um contexto. Aceitar que também somos importantes no que falamos, pensamos ou agimos é de suma importância para desenvolver uma auto aceitação.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo